11 janeiro 2010

Bbbbrrrrr.......

"Se está a nevar em Alfena, no Marão deve estar tudo branquinho!"
Pensei eu, de forma totalmente inocente, neste domingo de manhã.
"E se lá fossemos espreitar? Aproveitávamos e almoçavamos por lá, na Campeã."
Totalmente inocente, claro!
;-))

Já imaginava, com os nossos serviços de protecção civil super-hiper eficientes, que as estradas para chegar lá cima estivessem fechadas.
Imaginei bem!
Logo no nó de Padronelo aparece um carro da GNR a cortar o acesso.
"A nacional 15 também está cortada?", perguntei eu ao senhor agente, mais uma vez de forma inocente.

É claro que estava. Mas não há problema!
Desço novamente a Amarante e desvio para Fridão, onde começamos, por diversas vezes, os passeios de Trail organizados pelo Tosta.

Aqui, já no início da subida, perto de Olo, onde entramos em terra gelada, ligeiramente coberta por uma fina camada de neve.
Paisagens bonitas, estas!


Um pouco acima, uma pequena corrente de água que se tinha tornado numa nascente de estalactites congeladas.
O Gonçalo é que adorou brincar com a sua espada de He-man. ;-)
Só não apreciou muito o punho gelado, que não dava para a segurar durante muito tempo!...


Mas se até ali foi fácil de chegar, perto do cume as coisas tornaram-se mais sérias.
O muito vento levantava a neve, provocando fortes turbilhões gelados à nossa volta.
As fotos, mais uma vez, traduzem mal as dificuldades sentidas, mas a coisa esteve mesmo negra.
Ou melhor, branca!
:-)))


Mas a pior parte foi mesmo sair de lá.
Depois de perceber que seria mesmo impossível, por ali, chegar à Campeã (até porque precisaria de voltar a atravessar a cortada IP4) resolvemos voltar a Amarante para almoçar.
Descendo agora a montanha pela estrada, passando por Covelo do Monte, verifiquei que o asfalto estava coberto de gelo, com cerca de 1 cm, e depois com mais 2 cm de neve por cima. Qualquer toque no travão, por mais ligeiro que fosse, fazia atravessar o Pajero Pinin.
Estava incrivelmente escorregadio!!!


Dois quilómetros abaixo da completamente gelada aldeia, e logo depois de passar uma ponte sobre um pequeno rio, encontramos um Honda Civic.
Tinha tentado chegado à aldeia mas, depois de chegar àquele ponto, não mais conseguiu avançar. Nem para trás, nem para a frente!
(ele há artistas!... e a Mónica achava que eu é que era o maluco ;-))

Pela segunda vez, em apenas um mês, voltei a usar a cinta de reboque para salvar alguém.
Reboquei-o dali para fora, com uma facilidade, que até a mim me surpreendeu!
Sem rede de telemóvel, a nevar, com vento forte e temperaturas negativas, a cerca de 2 km da casa mais próxima, o homem ia ter muitas dificuldades em sair dali...


Depois de almoçar, num restaurante de beira de estrada, em Padronelo, resolvi voltar pelo Marco de Canaveses.
Acontece que voltei a ver branco. Muito branco.
A serra da Aboboreira estava coberta de neve e, por volta das 4 da tarde não nevava.
Há que mudar o percurso e atravessar a serra para depois seguir junto ao Douro.
Nevava pouco mas a estrada estava a ficar gelada. Os carros de duas rodas motrizes estavam a ter muitas, mas muitas mesmo, dificuldades para progredir naquelas condições.


As condições estavam tão complicadas para nós ;-) que... resolvemos parar e encontrar um bom sítio para uma boa brincadeira de bolas de neve.
Pura diversão!!! :-))))
A pequenada ainda conseguiu aguentar a neve gelada durante meia hora.
Nestas ocasiões parece que o frio não existe (ou existe pouco ;-)


No final, já de volta novamente pelo Marco (fez-se tarde, e por ali era mais rápido...) ainda houve tempo para umas brincadeiras com o Pajero Pinin.
As atravessadelas sobre a neve são muito divertidas, mas como estava com o resto do pessoal dentro do carro não dava para abusar (muito!)
Ainda assim, ainda deu para um beijinho com o para-choques num rail...
Definitivamente tenho que treinar mais um pouco!
Quando é que volta a nevar?
;-))
(mas para a próxima tenho que experimentar de Transalp...)

4 comentários:

Anónimo disse...

Isso é que é um pai á maneira que nao se mete em shoppings com os miudos,parabéns e um abraço.
Bruno

Gestmav disse...

Ganda Maluco!! Com o frio que estava no domingo!!!
Belas fotos.
Teresa Alves

Anónimo disse...

Boas fotos,

Também fui "inocentemente" até à Serra da Cabreira no domingo de manhã.

Estava tudo branco, muito lindo.

Cump
Rui

Nuno Leitão disse...

Belo passeio...

Estou a pensar comprar um Pinin para fazer também uns passeios fora de estrada como os que descreve neste blog.

Se fosse possivel gostava de lhe fazer uma perguntas sobre o jipe.
Agradecia que me contactasse para nuno.leitao2001@gmail.com

Continuação de bons passeios...